Badu's caos!

Just another WordPress.com weblog

Reinventando julho 19, 2012

Filed under: Uncategorized — Manu Parise @ 3:44 pm

A pessoa que hoje escreve, por certo é a mesma de outrora, um pouco machucada pelos tombos, um pouco mais calejada pelos desaforos e completamente madura para me tornar o exemplo que eu preciso ser para a minha filha.

Em seguida veio a deliciosa noticia e jornada que eu brevemente relatei por aqui, a da gravidez. Que momento mágico – não fossem pelas noites sem dormir depois e o aperto no orçamento da família, eu poderia ter uns 20 filhos!

E nasceu a princesa, uma linda menina, arteira que beira seu primeiro ano de vida e que tem me dado muito trabalho, como qualquer filho dá, nem mais, nem menos do que o esperado.

Diante de todos estes acontecimentos, muito de mim mesma se perdeu pelo caminho, muito daquela menina que tinha tempo, deixou de existir, e que fique claro, parte deste processo foi por escolha própria, por opção minha e por erro (ou acerto) meu.

Priorizei neste 1º ano, tudo aquilo que me era mais valioso e tudo aquilo que eu podia fazer junto dos meus, fiquei a cada segundo ao lado do meu marido e da minha filha, deixei de fazer muitas coisas que eu precisava e queria para não perder algumas horinhas com eles, e como foi bom… Como é bom poder dizer que eu participei de cada conquista dela, apesar de trabalhar uma longa jornada e ainda precisar realizar todas as tarefas domésticas inerentes à minha condição. Eu venci! Mato 1, 2,3 leões por dia, mas consigo todos os dias acordar minha filha com sorrisos e fazê-la dormir abraçadinha comigo.

Mas… 1 ano já passou…. Está na hora de retomar algumas questões que ficaram para trás, organizar a vida financeira, voltar a ser aquela esposa dedicada, voltar a cuidar de mim mesma…  Não é fácil ter que abandonar algumas metas por outras que não são exclusivamente nossas, mas é preciso!

Hoje eu vou à uma loja – de qualquer coisa, e não penso em nada que eu pudesse ou desejasse comprar para mim, tudo o que me interessa é para minha casa e minha filha. Que louco ser mãe! A maternidade de fato nos abraça e envolve irremediavelmente.

Voltar para a academia? Não! Melhor esperar a Ma-má fazer três aninhos, daí enquanto eu malho ela faz aulas de alguma coisa que goste. ERRADO! Porque não deixar que ela tenha alguns ótimos momentos só com o papai enquanto os 3 anos não chegam e a mamãe vai malhar?!

Perder 2 horas no salão de cabeleireiro, cuidando de mim? Para que?! Já sou casada, a prioridade é não descolar nem um mísero minutinho da minha gostosinha. ERRADO! Ela será muito mais feliz se tiver uma mãe de quem sinta orgulho e possa se espelhar.

Não é fácil me conscientizar de todas estas mudanças que aconteceram e entender que outras novas mudanças precisam vir, para o bem de todos a quem eu amo, incluindo eu mesma.

Nada disso é futilidade, embora pareça em grande parte, mas conciliar todos os papéis que me pertencem, por muitas vezes parece impossível e são tantos que acabo sempre deixando algum de lado…

Então revi algumas metas egoístas para não me esquecer de trabalhar um pouquinho por mim também e não só pelo Fabio, Marina e pai.

– Entrar na faculdade de arquitetura;

– Voltar para a academia ( emagrecer é obvio)

– Perder pelo menos 1 vez por semana um tempinho fazendo qualquer coisa que eu goste.

– Ler muitos livros outra vez.

– Andar com roupas 100% limpas sem babas ou regorgitos de bebê.

– Namorar com meu amor, fazer jantares românticos e levá-lo ao cinema pelo menos uma vez por mês.

Será que consigo?! 😦

Vamos em frente!

Anúncios
 

A importância que temos e nos damos! abril 9, 2011

Filed under: Uncategorized — Manu Parise @ 10:36 am

Estive pensando, quanto somos importantes para as pessoas e quanto as pessoas são indiferentes a nós???

Às vezes achamos que algumas pessoas nos odeiam ou que estão incomodadas com nossa presença, e no entanto, em uma analise mais fria, estas pessoas sequer sabem da nossa existencia, sequer reparam que existimos ou que estamos ali presentes…. Então neste caso, quem incute o ódio?!

Somos nós mesmos que criamos as inimizades e maus relacionamentos, somos nós que criamos as amizades e o bem estar….

Quantos de nós somos insuportavelmente arrogantes e até agressivos e ofensivos com as pessoas? Quantos de nós ofendemos até aquelas pessoas a quem amamos? Será que o erro neste caso, não seria nosso?! Será que o afastamento das pessoas não é resultado do que fazemos a elas? Será que não é reflexo daquilo que oferecemos?

Afinal toda ação tem uma reação e quando agimos com agressividade encontramos agressividade! Então estou começando um novo exercício em minha vida a partir de hoje. Vou apenas agir em paz com as pessoas… Quero que meu filho venha em um ambiente de amor e felicidade… Sem agressões ou ofensas… Todos nós deveríamos iniciar um exercício deste tipo…

Indo para o ultrassom dos rins…. 😦

 

5 meses!!! abril 8, 2011

Filed under: Cotidiano — Manu Parise @ 11:02 am

5 meses completos! MEU DEUS O TEMPO VOA! Agora começa a preocupação de que não dê tempo para fazer tudo…. Casamento, chá de bebê, visitas às maternidades…. Ai ai é bom nem pensar em tudo….

Enfim nas ultimas semanas temos sentido o Marcello ou a Isabella, mexendo bastante, tem chutado e respondido quando o Fabio conversa com minha barriga, é omaior barato…

Quando ele fala com o bebê ele(a) começa a chutar feito doido minha barriga, na hora que o Fabio fica quieto ele também fica…. Putz nem nasceu ainda e já vai ser puxa saco desse pai…. 😦 Droga! hehehe

Dia 16/04 é o próximo ultrassom morfológico e já vamos ter certeza do sexo… Torcida para ser um menino… Só de pensar em uma menina eu entro em pânico! uauahauha Não vou saber cuidar…..

De repente eu até coloco o vídeo aqui, vamos ver…..

Pelo menos as dores no rim parece que passaram, graças a Deus, não aguentava mais dor e hospital….. Tudo que não sofri com enjoos sofri com dores nos rins e nas costas…. 😦

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

O momento mais feliz da minha vida… Meu filhote a caminho…

Filed under: Uncategorized — Manu Parise @ 10:52 am

Dia 26/12/2010, após alguns dias de atraso, fiz o teste de gravidez e o resultado foi positivo… CHOQUE! Ficamos todos muito felizes é claro, mas também meio perdidos, talvez sem saber muito bem como lidar com tudo o que viria….

Após umas 2 semanas assim que comecei a contar para as pessoas e comecei a ver as reações parece que a ficha foi caindo e tanto eu quanto o Fabio fomos envolvidos por uma felicidade sem precedentes… Já nos transformamos imediatamente nas duas maiores e mais fortes corujas desse universo.. rs rs….

Dia 18/02/2011 – Fomos à primeira consulta com o obstetra, Dr. Reginaldo e ele nos pediu uma série de exames e nos deu uma série de orientações e informações sobre todos os procedimentos dos próximos meses, como o Fabio tem sido um pai hiper presente, fez questão de estar junto nesta consulta para conhecer todos os detalhes e confesso que ele saiu um pouco desapontado por não ter escutado o coraçãozinho do bebê…. Neste momento estávamos “discutindo”, pois ele tinha certeza que era uma menina e eu certeza que era um menino, mas o que viesse ficaríamos felizes….

Dia 18/03 fizemos o 1º ultrassom morfológico no Laboratório Delboni, um dia antes ao me ligarem para confirmar, a moço do laboratório comentou que seria bom que eu comesse chocolate ou doce antes do exame pois isso deixaria o bebe mais agitado e ele iria se mexer bastante… Ok fomos ao exame, e eu munida de uma barra de chocolate na bolsa…

Ridículo eu na sala de espera com o Fabio, 8 horas da manhã me entupindo de chocolate só para ver esse bebezinho se mexendo e quando a médica ligou o ultrassom, ele estava lá deitadão, todo folgado no maior marasmo… Até a médica se impressionou, chegou a fazer todas as medicas 4 vezes e conseguiu fazer o exame completo e bem criterioso em cerca de 15 minutos, o que segundo ela demora até 40 minutos para conseguir, pois eles se mexem muito nesta fase…. E ainda no final, quando já estava terminando o ultrassom ele nos deu um tchauzinho bem nítido….

O mais maravilhoso é que pudemos ver todos os dedinhos dos pés e das mãos, o rosto, a coluna, cada detalhe desse serzinho… A maior emoção e a médica ainda deu um chute de 60% de chance de ser menino, mas que nunca errou um diagnóstico…. Eu tenho certeza que ela acertou….

Mas dizem que palpite de mãe não vale muita coisa!!!! Hehehe….

Segue fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Apresento-lhes Scarlett!

Filed under: Uncategorized — Manu Parise @ 10:15 am

Eis que surge em minha vida esta criaturinha incrível por quem me apaixono todos os dias e que hoje não saberia viver sem…. Minha alegria todos os dias de manhã, quando me enche de beijinhos para me acordar e qdo faz aquela bagunça por todo o quintal….

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Novas vivências, velhos costumes….

Filed under: Cotidiano — Manu Parise @ 9:59 am

Há tempos não escrevia por aqui, isso é fato, em parte por falta de tempo e em parte por falta do que escrever, o fato é que pela primeira vez em toda minha vida, senti meus pés descalços e minha cabeça vazia…

Quase 1 ano se passou desde meu ultimo post e neste ano fui atingida por um turbilhão de acontecimentos inesperados e novos! Vamos por partes:

– Ao me ver nesta crise pós perda, me isolei do mundo digital pois não suportava mais jogar conversa fora ou publicar pensamentos quando nem mesmo eu sabia o que pensar… Isso me trouxe uma visão bastante clara da minha vida e de todos os conceitos errados sobre amizade e amor que eu possuia;

– Reencontrei o homem mais incrível desta terra que na verdade eu tive que conhecer novamente pois havia mudado muito… Este homem incrível me deu seus dois braços e suas duas pernas para que eu pudesse me levantar e seguir com minha vida em frente talvez menos colorida, mas tão grandiosa e vigorosa quanto antes.

– Adotei uma cachorrinha linda…. Gorda e pretinha, levada, que entrou na minha casa só para fazer aquela bagunça que faltava, que nos trouxe alegria e responsabilidade, uma nova obrigação de viver bem… Ah! O nome dela é Scarlett! E infelizmente, tão mimada e chorona como a do filme! Mas forte e doce como eu sempre sonhei…

– Ganhei o melhor presente de natal do mundo, ao descobrir que estava grávida desse mesmo homem maravilhoso que amo e com quem decidi viver junto (tomara que para o resto da vida)….

Agora o que veio após esse turbilhão de coisas? Incontáveis situações pelas quais nunca passei… Nunca precisei tanto da minha mãe ao meu lado, mas graças a Deus tenho a melhor sogra do mundo, a melhor irmã, a melhor amiga e a melhor mãe postiça do planeta, se não fossem essas 4 mulheres incríveis acho que estaria perdida…. Margot, Juliana, Mary e Gabi… Obrigada!!

A familia também não ficou atrás e todo sem exceção se prontificaram a ajudar e em especial a Tia Edna e a Adri, queridas que tem tirado uma monte de dúvidas minhas… Meu padrinho tb por todo o carinho e dedicação a vida toda…..

Bom, teremos um casamento no dia 07 de Maio, embora não vá comemorar, estou muito ansiosa por este dia…. Teremos tvz um chá de bebê ainda sem confirmação….. Teremos o nascimento desse chulézinho, que é o meu filhote lindo….. Teremos o término da reforma da minha casa….. Enfim…. Tudo ao mesmo tempo…

E ainda para ajudar a Ju que resolveu se mudar de vez para a casa dela…. Que nova conquista maravilhosa….. Parabéns à minha linda irmã…..

Pretendo retomar os posts por aqui até como uma forma de organizar minhas idéias que andam bastante bagunçadas, por sinal…. Vamos ver se consigo e fiquem de olho em todos os detalhes…..

See ya! And thanks!

 

A vida nos recompensa… abril 19, 2010

Filed under: Desejos — Manu Parise @ 4:50 pm
Tags: , , , , , , , , , ,

Eu disse esses dias à uma amiga através do orkut aquele famoso dito popular de que “após a tempestade sempre vem a bonança”, é engraçado como pensar nisso nos dá um alívio momentaneo, talvez pela certeza de não há mal que nunca acabe.

No momento mais dificil da minha vida, eu pude ver o quanto meus amigos se importam e se preocupam comigo, pude ver o quanto sou forte para enfrentar o medo e o quanto sou firme para tomar as providencias que se façam necessárias, aprendi que independentemente dos meus medos ou defeitos, nunca ficarei sozinha porque tenho uma irmã maravilhosa a quem eu amo sem ressalvas, porque minhas melhores amigas são minhas confidentes e meus ombros favoritos, porque meus amigos me enchem o saco e me zoam mas no fundo sei que posso contar com eles assim como eles comigo!

Depois de tudo o que eu vivi nos ultimos tempos, no último ano para ser específica, tudo o que eu mais quero é sossego, é curtir as coisas da minha vida conforme elas se apresentam… Acho que todos passam pela fase da loucura desenfreada e talvez no fundo seja da minha natureza ir contra os padrões, mas uma hora é preciso parar e tranquilizar a vida.

Não sou mais a moleca que era aos 20 anos, não quero mais ficar perdida pelo mundo aprontando ou ficar solteira para curtir a vida, por que não curtir ao lado de uma pessoa que me faça bem e que me aceite como sou? Por que não dividir todo o carinho e amor que tenho em mim como alguém que me trate com reciprocidade? Por que não me entregar mais uma vez e quem sabe não seja a ultima?!

Perdi minha mãe, mas de repente será que ela não está lá em cima olhando por mim?! Esse presente que eu ganhei, é tão bom que nem consigo entender ou acreditar que seja real… só mesmo com uma ajudinha! Sei lá…

Esse post na verdade não tem nada de filosofico ou rebuscado, são palavras jogadas em uma mente tão atônita e cansada que nem ao menos consegue formular uma cronica de sua propria incapacidade de entender o que acontece.

Não sei se isso tudo vai acabar, não sei se é real (ainda não consigo acreditar 100%), não sei se não ovu me machucar mais uma vez, não sei se dev agir assim ou assado para não assustar, não sei se devo ser a Manuela normal ou se devo tomar certos cuidados… Só sei que tudo mudou da agua para o vinho, só sei que tudo em que eu acreditava foi repensado e questionado por essa mente que exige novas respostas.

Só quero ser feliz, só quero viver uma coisinha breve e delicada que se chama vida e ter nela amor, saúde, paz, alegria, brigas, reconciliações e tudo o que lhe é intrínseco. Tudo o que quero é amar e ser amada, ser feliz… ter uma familia… um cachorro… Quem não quer isso lá no fundo?!

Eu estou sim boba, de um jeito que nunca fiquei, confesso! Mas estou tãoooo feliz que nem cabe em mim… Estou absolutamente apaixonada e espero que isso dure e amadureça!

Não importa quanto perdemos, sempre surge algo para nos fortalecer e alegrar, a vida semre nos recompensa de alguma forma! Naquele que certamente seria o pior aniversário da minha vida eu recebi um presente maravilhoso… Que ironia!

ai ai….

(Mãe continua olhando por mim… está funcionando até agora!)